Reflorestação do Centro de Retiros

Reflorestação do Thubten Phuntsog Gephel Ling

 

Quando se tentam manter 100 hectares de paisagem intocada, o abate furtivo de árvores não é o primeiro problema a considerar-se. Mas no Alentejo, uma excelente região vinícola de Portugal, os sobreiros estão em alta demanda apesar de seu estatuto de espécie protegida. O Centro de Retiros Thubten Phuntsog Gephel Ling tem sido duramente atingido pelo corte ilegal de árvores, com encostas inteiras desnudadas dos pequenos carvalhos, sobreiros e oliveiras autóctones, algumas das únicas árvores resistentes o suficiente para suportar os infindáveis verões secos e ensolarados.

 

O Gephel Ling é agora habitado a tempo inteiro e o corte de árvores parou, mas o dano tem de ser reparado. Começamos esta campanha não só para substituir as árvores perdidas, mas para plantar mais do que foi roubado, pretendendo incluir igualmente árvores frutíferas, a fim de tornar o centro de retiro mais auto-suficiente.

 

A erosão do solo é um problema sério nesta região devido aos Verões áridos e a desflorestação apenas piora a situação. Além disso, a caça ao javali e outros animais nativos é um dos mais populares passatempos locais. A nossa aspiração é de criar um santuário para todos os seres vivos neste centro de retiros budista.

 

Para tudo isto precisamos da sua ajuda. Cada euro doado irá directamente para a compra de árvores, sendo o trabalho da plantação feito por voluntários. Qualquer valor com que possa contribuir será bastante apreciado, e se não pode contribuir financeiramente por favor ajude-nos ao compartilhar a nossa campanha através da sua rede social.  Para saber como efectuar uma doação, por favor dirija-se à página Doações.

 

Lama Gyurme acerca da Reflorestação do Thubten Phuntsog Gephel Ling

Galeria da Reflorestação do Thubten Phuntsog Gephel Ling