Zangdok Palri

Zangdok Palri

Aspiração para o Renascimento na Terra Pura Última

 

Padmasambhava é inseparável da natureza primordial.

O seu Campo de Buda, a Gloriosa Montanha Cor de Cobre, é a pureza da experiência pessoal.

Que todos possam nascer nesta terra de origem pura,

O não fabricado estado natural da indivisibilidade da aparição e consciência.

 

Zangdok Palri, ou A Gloriosa Montanha Cor de Cobre, é a terra pura do Guru Rinpoche, o Segundo Buda e o grande mestre tântrico que levou o budismo para o Tibete.

 

O exterior de Zangdok Palri é um lugar majestoso de sabedoria, poder e bênçãos, onde se pode renascer com qualidades favoráveis ao rápido progresso no caminho para a iluminação. O palácio de Zangdok Palri é alicerçado numa jóia octogonal e numa flor de lótus de mil pétalas, com quatro portas, quatro arcos e oito pilares. Nas quatro direcções estão as paredes feitas de substâncias preciosas – cristal no Leste, lápis-lazúli no Sul, a Oeste de rubi e de safira no Norte. Este tem três níveis: No nível Dharmakaya (superior) está o Buda Amitayus, no nível Sambhogayaka (médio) está Avalokiteshvara de quatro braços, e no nível Nirmanakaya (baixo) está o Guru Rinpoche.

 

Uma Oração Aspirativa para Viajar para o Reino de Luz de Lótus

por Jamyang Khyentse Wangpo

 

OM AH HUM VAJRA GURU PADMA SIDDHI HUM

 

A sabedoria do grande tigle indestrutível

Brilha no céu límpido de luz clara inata,

E a unidade do espaço e da sabedoria, como um arco-íris, aparece para que todos vejam

Como o supremo, naturalmente emanado, Reino da Luz de Lótus.

 

Numa vastidão de anéis de luz do arco-íris, a realização directa do dharmata,

Ergue-se a grande mansão, o incremento da experiência,

Onde uma multidão de dakas e dakinis, a consciência atingindo a plenitude,

Levando a cabo Danças vajra e canções, a exaustão dos fenómenos para além da mente.

 

No seu centro preside o Senhor Primordial Amitabha,

O grande tesouro da compaixão, Padmapani,

E os três kayas todos corporificados, o imortal Tötreng Tsal,

Com as suas oito emanações principais e outras, todos manifestos para domesticar os seres a seu próprio modo.

 

Aqui, neste local de encontro da grande rede mágica

Da vossa infinita manifestação de aspectos e formas,

Possamos, eu e os outros, o oceano de seres sencientes que permeia o espaço,

Renascer no instante em que partirmos desta vida.

 

Uma vez lá, tomando o caminho especial das quatro etapas vidyadhara,

Possamos alcançar rapidamente o nível do Guru nascido do lago,

O qual encarna oceanos de kayas e sabedoria,

E espontaneamente cumprirmos o nosso benefício e dos outros!