PROGRAMAS

PROGRAMAS PROPOSTOS

SOLUÇÕES MÁGICAS?

O Mindfulness é algo que - se praticado correctamente - pode produzir mudanças em nós, tanto fisiológicas como psicologicas, e afectar-nos a todos de forma diferente. No entanto, apreciamos uma abordagem pragmática e terra a terra para nos mudarmos e não acreditamos em soluções mágicas – pelo contrário, acreditamos que é preciso persistência e trabalho árduo. Isto contradiz a necessidade de resultados rápidos, típica da nossa cultura, algo que certas pessoas esperam obter através do Mindfulness. Temos de manter em mente que a mudança, para a maior parte das pessoas, é um processo longo, lento e irregular.

 

Qualquer coisa em que invistamos tempo e energia causará algum tipo de impacto em nós. Mas esse impacto, se for profundo e real, será sempre diferente do que esperávamos ou prevíamos. A mudança pessoal significativa não é um destino, é uma viagem; e numa viagem destas a própria geografia vai mudando à medida que mais avançamos. Através de uma constante reflexão e prática sobre aquilo que for ouvindo do professor ou de outros “viajantes” mais experientes, não se esqueça de sobretudo estar aberto ao que acontecer pelo caminho. A meditação, é quanto muito, um ponto de partida e não de chegada.

LOCAIS DE INTERVENÇÃO

EMPRESAS E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS

 

São cada vez maiores os níveis de stress, ansiedade e desequilíbrios psicofísicos em muitas empresas e instituições. Assim, surge a necessidade de desenvolver técnicas que conduzam a um maior equilíbrio e inteligência emocional. Acreditamos que o Mindfulness poderá ser uma mais-valia para sensibilizar os colaboradores sobre um método simples e eficaz que poderá trazer um grande desenvolvimento ao seu bem-estar quotidiano, dando a conhecer ferramentas - comprovadas pelos últimos avanços na área das neurociências - que possibilitem uma maior gestão das suas emoções e stress.

 

Inteligência Emocional: Estudos realizados no local de trabalho indicam que a inteligência emocional pode predizer níveis de desempenho, de liderança eficaz e de bem-estar.

 

Mindfulness: A pesquisa demonstra que Mindfulness é uma competência fundamental onde assentam factores de crescimento interior: autoconsciência, autogestão e competências emocionais.

 

Neurociência: A neurociência demonstra que a atenção é a energia fundamental da mente. A forma como direcionamos a nossa atenção determina os hábitos mentais que formamos, as emoções que desenvolvemos, e os resultados que experimentamos.

 

Os benefícios do Mindfulness no local de trabalho:

 

  • Expande a Capacidade de Liderança: maior eficácia, capacidade de tomada de decisões e priorização e habilidade para criar uma cultura positiva.

 

  • Melhora o Desempenho e a Colaboração: maior actividade em regiões cerebrais associadas à concentração, memória de trabalho e função executiva. Maior empatia e facilidade no relacionamento.

 

  • Melhora o Bem-Estar e a Resiliência: Maior resiliência emocional, gestão de stress, felicidade e satisfação no trabalho. Menos sintomas de stress e dias de baixa por doença.

ESCOLAS

 

Nas palavras do Dalai Lama: «Se todas as crianças de oito anos aprendessem meditação, o mundo ficaria livre de violência no espaço de uma geração». De facto, estudos recentes mostraram que a partir dos seis meses temos uma preferência pelas pessoas que vemos ajudarem outra, e preferimos estar com alguém neutro (que não age de forma positiva nem negativa) do que com um indivíduo pouco cooperativo. E a partir dos oito meses conseguimos distinguir as acções de um indivíduo prestável daquelas de alguém que se comportou mal. 

 

Mindfulness para Professores: Quando os professores aprendem Mindfulness, não só adquirem benefícios pessoais, tais como redução nos níveis de stress e de burnout, mas as suas escolas também. Em ensaios de controlo, randomizados e baseados em observadores independentes, os professores que aprenderam esta técnica demonstraram uma maior eficiência e satisfação no seu trabalho e tinham salas de aula com um melhor apoio emocional e organização.

 

Mindfulness para Alunos: Estudos sugerem que crianças que aprendem Mindfulness beneficiam de melhor desempenho cognitivo (atenção, concentração e resultados escolares), melhores capacidades sócio-emocionais (regulação da emoção, comportamento na escola, empatia e capacidade de se colocarem no lugar do outro e competências sociais) e bem-estar (ansiedade em momentos avaliativos, stress, sintomas pós-traumáticos e depressão). Por sua vez, tais benefícios podem levar a melhorias a longo prazo nas suas vidas. Por exemplo, capacidades sociais na infância predizem uma melhor educação e empregabilidade e previnem situações de crime, abuso de substâncias e problemas de saúde mental na vida adulta.

CASAS DE CORRECÇÃO E PRISÕES

 

A cela é um sítio ideal para nos conhecermos a nós próprios, para analisarmos de forma realista e regular o processo da nossa própria mente e dos nossos sentimentos. Perceber o que vai cá dentro é crucial na avaliação do nosso desenvolvimento como seres humanos. Honestidade, simplicidade, humildade, pura generosidade, ausência de vaidade, disponibilidade para servir os outros – qualidades que estão ao alcance de qualquer um. O desenvolvimento em questões desta natureza é inconcebível sem nos conhecermos a nós próprios, às nossas fraquezas e aos nossos erros. Pelo menos a cela dá-nos a oportunidade de olhar diariamente para toda a nossa conduta. Há poucos estudos sobre o uso da meditação por prisioneiros. Alguns têm resultados prometedores, relatando que a meditação levou a uma melhoria do funcionamento psicossocial, a uma redução da toxicodependência e a taxas mais baixas de reincidência. A pesquisa mostrou que algumas formas de meditação podem melhorar o controlo cognitivo-comportamental, produzindo benefícios na atenção sustentada (manter a atenção focada durante períodos prolongados) e na inibição de reação (a capacidade de reprimir acções que são inapropriadas). Estas conclusões indicam que a meditação poderia ser útil como meio de gestão de comportamentos desinibidos e criminosos.

 

Pretendemos fornecer aos prisioneiros, profissionais prisionais e de reinserção e voluntários, ferramentas eficazes e baseadas em evidência sólidas para a reabilitação, auto-transformação, e desenvolvimento pessoal e profissional. O nosso foco consiste em transformar não só as vidas individuais bem como o sistema prisional num todo, de modo a atenuar o seu impacto extremamente destrutivo sobre as famílias, as comunidades e o capital social global da nossa sociedade.

 

O nosso objectivo passa por estabelecer intervenções na educação, reabilitação e tratamento de drogas e álcool de prisioneiros, programas para ex-presidiários, bem como para programas de desenvolvimento e formação em liderança para os profissionais. Acreditamos no poder das diversas intervenções baseadas em Mindfulness  para alterar comportamentos, curar e transformar vidas e em última análise para prevenir a criminalidade, reduzir a reincidência e melhorar a segurança da comunidade. Da mesma forma, acreditamos no seu potencial para melhorar o desempenho, a qualidade de vida e a saúde e bem-estar dos profissionais, ao mesmo tempo que contribui para criar ambientes mais saudáveis e mais humanos entre ambas as partes e finalmente alcançar melhores resultados para a comunidade num todo.

 

A nossa visão consiste em:

 

  • Correcções Transformadoras: Visionamos instituições e programas penitenciais com ambientes seguros, humanos e orientados para o ensino, que apoiem verdadeiramente a cura, reabilitação e transformação pessoal; utilizando práticas de Mindfulness de uma das grandes tradições contemplativas do mundo e cuja eficácia foi comprovada e integrada na psicologia contemporânea e metodologias terapêuticas modernas. Queremos contribuir para um sistema judicial penal restaurador e transformador, que genuína e inteligentemente se foca na segurança pública e redução do dano em detrimento da punição e retaliação. Acreditamos que tal abordagem poderá levar-nos a uma sistema penitencial significativamente menor e dramaticamente menos dispendioso, que reserva instalações seguras para o fornecimento humano, de tratamento e reabilitação baseado em Mindfulness para prisioneiros violentos, e que emprega programas de correcção comunitários eficazes em termos económicos e de resultados para prisioneiros não-violentos.

 

  • Reintegração Bem-Sucedida: Através do sucesso destes programas, perspectivamos uma reintegração de prisioneiros mais rápida e bem-sucedida na comunidade e uma mudança gradual no sentido de uma maior confiança em programas de correcção comunitários de alta-qualidade baseados em Mindfulness que mantêm as pessoas na comunidade - trabalhando, apoiando as suas famílias, educando os seus filhos e pagando impostos, em vez de se tornarem numa carga fiscal para a comunidade, ao manterem-se alojados em prisões que muitas vezes lhes fazer mais mal do que bem.

 

  • Capacitar a Liderança Transformadora na Comunidade: Perspectivamos um número crescente de reclusos e ex-reclusos transformados a emergir como líderes comunitários e agentes de mudança, trabalhando para curar e transformar indivíduos e comunidades dentro e fora das paredes das instituições penitenciárias, contribuindo significativamente para a saúde e bem-estar globais da sociedade.

 

Os nossos valores baseiam-se numa:

 

  • Crença na Bondade Intrínseca: Acreditamos na bondade incondicional intrínseca a todos os seres humanos e no seu potencial inato de cura e de transformação.

 

  • Justiça Transformadora: Somos a favor do paradigma transformacional e de cura dos modelos de Justiça Restaurativa e Transformadora em detrimento do paradigma mais punitivo do modelo de Justiça Retributiva.

 

  • Suporte para Todos: Apoiamos todos os prisioneiros, voluntários e profissionais prisionais independentemente de raça, etnia, sexo, convicção religiosa, política ou orientação sexual, tratando cada indivíduo com o máximo respeito e dignidade.

 

  • Modelo de Capacitação: Acreditamos em modelos de capacitação espiritual, humanista e restauradores para auto-transformação e reabilitação, preferindo "ensinar alguém a pescar em vez de dar meramente um peixe."

HOSPITAIS E CENTROS DE SAÚDE

 

Vários estudos recentes apontam para uma nova tendência em usar o Mindfulness e outras técnicas meditativas para aliviar a dor e reduzir a ansiedade. Estas técnicas estão progressivamente a ser reconhecidas pelos Sistemas Nacionais de Saúde de vários países como capazes de reduzir consideravelmente depressão, stress e dor crónica, mas também problemas de sono, cansaço durante o dia, dores de cabeça, enxaquecas e síndrome do intestino irritável. As técnicas de meditação são cada vez mais oferecidas como parte de uma estratégia de saúde eficaz. Até mesmo os técnicos de saúde começam a beneficiar desta abordagem, ao lidarem melhor com o seu volume de trabalho e na gestão do seu stress diário. Não só se adquire uma nova higiene mental, como uma maior conexão e empatia para com a condição do paciente e colegas de trabalho.

 

A prática de Mindfulness pode melhorar outros esforços de promoção da saúde a nível nacional por ajudar as pessoas a tornarem-se mais conscientes de si mesmas, mais resistente ao stress e mais responsáveis pelas suas escolhas. Uma das grandes vantagens do Mindfulness, é que ajuda as pessoas a fazerem mudanças no seu estilo de vida, mudanças essas que todos sabemos dever fazer. Uma coisa é saber que o tabagismo ou a obesidade frequentemente conduzem à doença, mas outra é ter a capacidade de mudar comportamentos. Práticas baseadas em Mindfulness podem ajudar-nos a lidar com o stress psicológico e suportar-nos enquanto fazemos as mudanças para um estilo de vida mais saudável. A criação de uma "cultura de bem-estar" implica a promoção de uma cultura de autor-responsabilidade, que requer uma sociedade constituída por indivíduos que cultivam a autoconsciência.

 

Como a investigação tem afirmado repetidamente, ao incrementarmos a nossa atenção no momento presente, podemos interromper padrões comportamentais existentes e fazer escolhas mais sensatas. Na sua essência, praticar Mindfulness ao longo do dia leva à possibilidade de uma relação diferente com qualquer situação. Com Mindfulness, transitamos de um estado distraído e desatento ou preso a um modo de “piloto automático", para um de presença em cada momento. Desta forma, o Mindfulness pode ajudar os indivíduos a fazerem e a sustentarem mudanças no seu estilo de vida que levam à melhoria da sua saúde. A prática regular de meditação também pode ajudar o nosso corpo a tornar-se mais resistente ao stress e menos provável de sucumbir ao desgaste e deterioração inerentes ao stress psicológico crónico. À medida que crescem as evidências sobre como a mente exerce uma influência real e demonstrável sobre o sistema nervoso central, o sistema endócrino e o sistema imunológico,  responsáveis políticos começam a explorar as formas como o treino da mente pode prevenir doenças e promover a saúde das populações. O que os estudos científicos sugerem é que temos dentro de nós a chave para uma melhor saúde, e que estas práticas podem desbloquear este potencial e aumentar significativamente as hipóteses de evitarmos doenças debilitantes e dispendiosas, enquanto simultaneamente melhoram a qualidade de vida, o humor e promovem o bem-estar geral.

 

O interesse na aplicação clínica de Mindfulness está a ganhar terreno, e existem evidências convincentes de que pode melhorar a saúde e a qualidade de vida dos pacientes:

 

  • Diminuição da percepção da dor.

  • Aumento da capacidade para tolerar a dor.

  • Diminuição do stress, ansiedade e depressão.

  • Redução na utilização de medicação (atenuante dos efeitos adversos da droga).

  • Melhor tomada de decisão médica.

  • Melhor aderência a tratamentos médicos.

  • Aumento da motivação para fazer mudanças no estilo de vida.

  • Maior conexão social e enriquecimento interpessoal.

  • Melhor funcionamento do sistema neuro-endócrino e imunológico.

 

Existem também muitos benefícios imediatos em expor os profissionais de saúde ao Mindfulness:

 

  • As evidências sugerem que a formação de médicos em Mindfulness pode reduzir erros médicos.

  • Um estudo de 53 médicos residentes sugere que a formação em Mindfulness melhora a capacidade de conduzir entrevistas centradas no paciente, melhorando assim a comunicação médico-paciente e em última análise resultando numa maior qualidade dos cuidados.

  • Uma série de estudos e análises têm sugerido que o aumento de autoconsciência pode ajudar a prevenir e gerir situações de stress e burnout e aumentar a empatia.

  • Estudos sugerem que o ensino de Mindfulness a profissionais de saúde melhora a qualidade do cuidado que prestam através de reforçar a auto-eficácia do cuidador, melhorar o seu bem-estar e estratégias de coping, e que a formação de psicólogos melhora significativamente a saúde mental dos pacientes sob o seu cuidado.

 

Independentemente de quem paga os cuidados de saúde em Portugal, os custos têm de baixar. Sem uma redução nas despesas de saúde, nenhum sistema será sustentável a longo prazo. Aplicando o que sabemos sobre o potencial de intervenções baseadas em Mindfulness para prevenir a doença e promover a saúde, tratamento de condições crónicas e melhorar a qualidade do atendimento, pode muito bem passar a ser a pedra angular de uma sociedade mais humana, equitativa e eficaz para a saúde e para os cuidados de saúde, que pode realmente reduzir os custos de forma significativa. Aproveitar a capacidade inata do corpo para curar-se a si mesmo, pode ser a chave para a criação de um sistema de saúde sustentável para o século XXI.

LARES DE IDOSOS

 

Instruções sobre como envelhecer e morrer em paz e ajudar aqueles que deixam esta vida. Através da meditação podemos receber e integrar instruções que descrevem o processo de morte do ponto de vista do budismo tibetano e oferecem breves, porém profundas, instruções sobre como nos prepararmos para a morte, como assegurar que a morte seja uma passagem positiva e como podemos ajudar aqueles que estão a partir, deixando esta vida. Uma abordagem mais prática do que filosófica, que pode ajudar-nos a viver e a morrer de uma forma mais plena e significativa.

CENTROS DE REABILITAÇÃO

 

Estudos recentes sobre técnicas de meditação produziram indícios promissores. Nestes estudos, os investigadores concluíram que a meditação levava a resultados tão positivos como a melhoria do funcionamento psicossocial, redução da toxicodependência e diminuição de taxas de reincidência. A meditação regular uns 15 minutos por dia pode ser muito frutífera neste aspecto. É possível que pareça difícil ao princípio… mas a décima tentativa pode produzir excelentes resultados.

© 2016 por Guhya Mantrika Mindfulness.